A prática do educador:

Reflexão é mais uma etapa para oportunizar você a refletir sobre sua escolha. Professor , profissão fascinante, cheia de desafios, é sonhar, planejar, é estar sempre de antena ligada, é não ser passivo, é fazer parte da história!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

A postura do professor

Para começarmos a analisar essa questão, faz-se necessário definirmos o termo tratado. Para tanto, esclareço que há grande diferença entre um professor bom e um bom professor. Isso é bem claro. O professor bom, ao contrário do bom professor é permissivo, porém, há muito já perdeu sua identidade e não sabe... Ser amigo, compreensivo é fantástico! Mas o limite deve ser bem estabelecido desde os primeiros momentos e, a preocupação em acompanhar o processo de construção do conhecimento dos alunos deve ser efetiva. Na sala de aula a conversa entre os alunos é inevitável. O que fazer para solucionar o problema que atormenta a vida docente? Sabemos que é impossível ficar ao lado dos amigos sem conversar. Será que falar mais alto ou gritar com os discentes resolve? É comum professores perdendo a voz. Isso porque a classe inteira fala alto e ao mesmo tempo. O professor quer ser ouvido e conseqüentemente acaba gerando um clima de competição. Vamos ver quem fala mais alto. As chamadas “conversas paralelas” podem se tornar instrumento importante para um trabalho pedagógico. O que devemos fazer é aproveitar a situação, administrar as conversas para expor desafios, instigar perguntas, levando o aluno a pensar. Conversas fora do contexto momento-aula devem-se evitar, mas contrapondo devemos observar que o silêncio do discente pode indicar problemas emocionais ou disfunções agudas. Ao ensinar é fundamental pedir aos alunos que opinem, sugiram e contem coisas de seu eu e de seu mundo. Devemos instigá-los entrar pelos caminhos da própria mente se tornando assim pesquisadores reflexivos. O dever do bom professor é formar alunos pensantes, jamais sacie a curiosidade apresentando rapidamente a resposta. Todo ser humano gosta de se sentir útil e não é diferente com esses “espectadores”. Valorize cada resposta para que o aluno se sinta também valorizado e não cresça um ser humano inseguro ao expor suas idéias. Com alunos difíceis, ou seja, aqueles que não querem nada com a aula, o melhor é não se exasperar, dar broncas. O caminho certo é: ao término da aula chamá-lo em particular e dialogar amplamente sobre o problema diagnosticado. O ambiente sala de aula necessita de um bom sorriso, uma boa educação, a rigidez (quando necessário) e o bom senso. E esse trabalho fundamental é do verdadeiro educador. 

"Vivemos em uma sociedade que prioriza o grito e isso é ruim, principalmente às cordas vocais. Além disso, quem grita deixa de usar a melodia da voz, que é mais contundente”. O alerta é da fonoaudióloga e professora da PUC-Campinas, Emilse Merlin Servilha, que há muito tempo pesquisa um dos profissionais mais lesados na voz: O professor.

15 comentários:

  1. Hoje mesmo houve um problema com meu filho na escola, ele foi vítima de uma brincadeira descabida por parte de outros alunos, precisamos antever os movimentos descabidos e despropositados em qualquer ambiente, pois a educação do sentimento deve salvar o sentimento, e não banalizá-lo...Reflexão em todos os setores de nossa sociedade, aprender a pensar, fazer aprendendo, disseminar cultura, aprender com quem sofreu a experiência, observar o material deixado por outros, organizar o essencial, buscar as metas, superar ::;;

    ResponderExcluir
  2. Muito bem dito, caro amigo. Na maioria das vezes essa tal banalidade do sentimento é trazida de casa e infelizmente seu filho foi o "premiado" a sofrer as consequencias. O bom disso tudo é que certamente seu filho tem uma ótima educação e não faz parte dessa linhagem terrível que o fez mal. Abração e volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Minha admiração a todos os educadores,são gênios para vida,...


    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho cristal. Seja sempre bem vinda!

      Excluir
  4. é muito prazeroso quando encontramos profissionais dedicado , hoje sou mãe e valorizo muito um professor dedicado graças a Deus meu filho tem tido muita sorte existe uma professora dele que jamais vou esquecer, como ela era estratégica, sábia , dedicada, ela tem minha admiração e meu respeito,quando um educador trabalha com dedicação sem perceber, eles tem a admiração dos pais abraço gostei muito dos teus blogs Deus te abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo reconhecimento, a educação de qualidade tem sempre a família como apoio principal. Bjjjj

      Excluir
  5. Parabéns por mais esse Blog e pelas lindas poesias...adorei...venha conhecer o meu Blog de Rios e Cidades do Brasil, fique a vontade...beijos

    http://riosecidadesdobrasil-vub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou sim, será um prazer. Abraço grande.

      Excluir
  6. Muito obrigado,Rose.
    Seja bem vinda e volte sempre...
    Sensacional seu blog!

    ResponderExcluir
  7. Rose, fui professora do município do RJ durante 4 anos. Não em sala de aula, mas no pátio(Ed.física).Concordo plenamente com o seu ponto de vista, mas pelo que já pude presenciar estando no município, infelizmente, não é maioria dos professores que pensam assim... :(
    Parabéns pelo blog! Aliás, pelos blogs! rs
    bjão
    http://clubedocabeloecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Muito grata Erika pelo seu carinho dedicado aqui. Penso que de todo mal, o pior é querer dar continuidade àquilo que pensa-se não ter mais jeito, "alunos rebeldes e desinteressados". Com um pouquinho de jeito a gente não consegue tudo, ou todos, mas já vale a pena. Abraço querida e semana linda pra ti!

    ResponderExcluir
  9. Oi Rose.
    Adorei seu blog. Um conteúdo excelente. Um educador deve estar atento para tirar proveito das situações da sala de aula em prol da aprendizagem. Gostei muito e já estou ficando por aqui. Venha me fazer uma visita.
    http://gracitamensagens.blogspot.com
    Um abraço carinhoso
    Gracita

    ResponderExcluir
  10. Olá Gracita! Que alegria ser agraciada por sua presença. Abraço grande!

    ResponderExcluir
  11. QUE BOM QUE GOSTOU DO BLOG.
    AMEI SUA VISITA E CÁ ESTOU E COM MUITA ALEGRIA QUE SEMPRE ENCONTRAREMOS OBSTÁCULOS NA NOSSA CAMINHADA DE EDUCADOR.. MAS TUDO FAÇA PARTE DO NOSSO APRENDIZADO.
    BJU

    ResponderExcluir